Carta Proposta

Prezado cliente

       Venho por meio desta, oferecer os meus serviços, altamente qualificado de ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA, que consiste na provisão responsável da farmacoterapia com o propósito de alcançar resultados concretos que melhorem a sua qualidade de vida, buscando assim, encontrar e resolver de maneira sistematizada e documentada todos os problemas relacionados com os medicamentos que apareçam no transcorrer do tratamento do paciente, tendo como objetivos principais:

  1. Responsabilizar-se com o paciente para que o medicamento prescrito pelo médico tenha o efeito desejado;
  2. Estar atento para que ao longo do tratamento as reações adversas aos medicamentos sejam as mínimas possíveis, e no caso de surgirem, que se possa resolvê-las imediatamente.

      O que se propõe não é o exercício do diagnóstico ou da prescrição de medicamentos considerados de responsabilidade médica, mas a garantia de que esses medicamentos venham a ser úteis na solução ou alívio dos problemas do paciente, desta forma proponho-me:

  1. Prestar orientações quanto ao uso, à guarda, administração e descarte de medicamentos e correlatos, com vistas à promoção do uso racional de medicamentos;
  2. Estar atento para que ao longo do tratamento as reações adversas aos medicamentos sejam as mínimas possíveis, e no caso de surgirem, que se possa resolvê-las imediatamente.
  3. Prestar informações sobre os medicamentos e problemas relacionados aos mesmos, propondo aos demais membros da equipe de saúde, as mudanças necessárias à obtenção do resultado desejado;
  4. Realizar levantamento de indicadores relacionados ao uso de medicamentos e correlatos;
  5. Recolher, sintetizar e analisar a informação relevante;
  6. Listar e classificar os problemas relatados pelo paciente e identificados na anamnese;
  7. Estabelecer os resultados farmacoterapêuticos desejados para cada problema relacionado com o medicamento;
  8. Determinar as alternativas terapêuticas disponíveis;
  9. Eleger a melhor solução farmacoterapêutica e individualizar o regime posológico;
  10. Desenvolver um plano de monitorização terapêutica;
  11. Realizar o seguimento para medir o resultado.

“A assistência farmacêutica é conjunto de ações voltadas à promoção, proteção e recuperação da saúde, tanto individual como coletiva, tendo o medicamento como insumo essencial e visando ao acesso e uso racional. Este conjunto envolve a pesquisa, o desenvolvimento e a produção de medicamentos e insumos, bem como a sua seleção, programação, aquisição, distribuição, dispensação, garantia da qualidade dos produtos e serviços, acompanhamento e avaliação da sua utilização, na perspectiva da obtenção de resultados concretos e da melhoria da qualidade de vida da população”.

Prof. Dr. Luís Carlos Figueira de Carvalho   < profluiscarloscarvalho@hotmail.com >

Farmacêutico desde 1982 com Doutorado pela USP, dedicado ao estudo e a pesquisa

Professor Titular da UFMA.   WhatsApp  (99) 98167.7288

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.